Economia

Facebook perde 1 milhão de usuários nos EUA e Canadá

O número de usuários no Canadá e nos Estados Unidos caiu de 185 milhões, antes os 184 milhões registrados no terceiro trimestre do ano passado

Apesar do Facebook ganhar 32 milhões de novos usuários em todo mundo no quarto trimestre de 2017, a empresa viu o volume de pessoas que acessam a rede social cair em 1 milhão em sua terra natal no período. De acordo com dados financeiros anunciados pela empresa nessa semana; o número de usuários no Canadá e nos Estados Unidos caiu de 185 milhões, antes os 184 milhões registrados no terceiro trimestre do ano passado. É a primeira vez que a companhia enfrenta uma redução no contingente de usuários ativos na região em que nasceu.

Esse número conta apenas as pessoas que acessam o Facebook todos os dias. O total de usuários da rede social, que contabiliza o total de indivíduos que se logaram pelo menos uma vez no mês, permaneceu estável em 239 milhões. Por outro lado, o Facebook conseguiu elevar para US$ 26,76 a receita obtida com cada usuário norte-americano e canadense, uma alta de 35% na comparação ano a ano.

No mundo, a rede social viu sua base de usuários mensais chegar a 2,13 bilhões entre outubro e dezembro do ano passado, um crescimento de 14% em relação ao mesmo período de 2016. No ano, o número de usuários ativos diários subiu para 1,4 bilhão. Só que os 32 milhões de novos membros da rede social no quatro trimestre representam o menor acréscimo trimestral em dois anos.

Horas gastas menor

Nos últimos meses, o Facebook promoveu uma série de mudanças: Reduziu a exibição de publicações de empresas no feed de notícias das pessoas e ampliou os posts de familiares e amigos; Diminuiu o alcance de postagens de veículos de imprensa, como um efeito colateral de sites de “notícias falsas”.

Não está claro se essas alterações foram as responsáveis por diminuir o número de usuários na plataforma na América do Norte. O Facebook admite, no entanto, que essas mudanças afastaram as pessoas. “Nós estimamos que essas atualizações reduziram o tempo gasto no Facebook em cerca de 5% no quarto trimestre. Colocando de outra forma: nós fizemos mudanças que reduziram o tempo gasto no Facebook em 50 milhões de horas por dia para fazer que o tempo seja mais bem gasto”, afirmou Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook.

Receita maior

O Facebook registrou salto de 47% na receita no quarto trimestre de 2017, para US$ 12,97 bilhões. A receita para todo o ano também cresceu 47%, para US$ 40,65 bilhões. O lucro líquido atribuído aos acionistas do Facebook aumentou para US$ 4,27 bilhões, ante US$ 3,56 bilhões no mesmo período do ano anterior. A alta foi de quase 20%.

A receita total de publicidade foi de US$ 12,78 bilhões no quarto trimestre, acima da estimativa do mercado. O faturamento de anúncios para dispositivos móveis representou 89% do total de vendas publicitárias, ante 84% um ano antes.

Fonte:G1

Categorias
EconomiaMundo
FACEBOOK