Brasil

Acusado de aplicar golpe milionário na compra de café no ES é preso no Rio Grande do Norte

Foi preso nessa terça-feira (28), em Natal, no Rio Grande do Norte, o comprador de café Rômulo da Fonseca Tinoco Sobrinho, ele é investigado pelo Gaeco e acusado de praticar golpes milionários na compra de café  no Espírito Santo. Rômulo Tinoco foi alvo de denúncias do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) pelos crimes de sonegação fiscal e estelionato.

De acordo com o Gaeco, entre 2007 e 2008, Rômulo foi sócio-proprietário da Folhadella Comércio de Café, no município de Nova Venécia. A empresa atuava no setor de compra e venda de café. No início das atividades, com a finalidade de conquistar a confiança na região, o denunciado pagava preços atraentes por sacas de café. Com o tempo, já tinha conquistado uma boa fatia do mercado. No entanto, ao perceber que a empresa entraria em recuperação judicial, passou a comprar sacas de café com diversos agricultores, sem efetuar o pagamento. Os valores somaram a quantia de mais de 20 milhões de reais. Por essa razão, Rômulo foi denunciado à Justiça e teve a prisão preventiva decretada.

A investigação apontou que ao fugir de Nova Venécia, o acusado foi para o estado do Rio Grande do Norte, onde fugia das intimações da Justiça, vivendo em casas de parentes, sem possuir residência fixa. Durante a prisão, em Natal, Rômulo não reagiu à abordagem, a prisão foi possível em razão do monitoramento realizado pelo Gaeco do MP-RN e ao trabalho de inteligência realizados pela Promotoria de Justiça de Nova Venécia e pelo Serviço de inteligência do 2º BPM.

Categorias
BrasilPolicial
FACEBOOK