Estado

Comércio volta a funcionar em 72 cidades do Espírito Santo depois de decisão do Governo Estadual



PUBLICIDADE



O Governo do Espírito Santo decidiu que o comércio de 72 municípios do Estado poderão voltar a funcionar nesse período da pandemia do covid-19 (coronavírus), mas para funcionar os comerciantes deverão cumprir algumas regras. O horário de funcionamento, por exemplo será de 10 às 16 horas, e todos os funcionários deverão usar máscaras.

A decisão da reabertura do comércio foi anunciada pelo governador Renato Casagrande, durante entrevista coletiva, pela internet na tarde deste sábado (18). As lojas ainda devem manter o distanciamento entre os clientes, sendo 1 cliente a cada 10 metros quadrados e oferecer álcool em gel para higienização as mãos ao entrar no estabelecimento.

As regras valem para municípios com risco considerado baixo e moderado. Galerias e centros comerciais devem funcionar com metade da capacidade, ou seja, um cliente a cada 14 metros quadrados. Ficam de fora apenas os municípios da Grande Vitória e de Alfredo Chaves, onde permanecem valendo as medidas anunciadas anteriormente. Com a decisão do Governo, em São Gabriel da Palha, São Domingos do Norte, Vila Valério, Águia Branca e Nova Venécia por exemplo, o comércio volta a funcionar normalmente.



Nos municípios da Grande Vitória, algumas alterações serão realizadas, de forma especial, no transporte público. Entre as regras citadas por Casagrande estão a restrição de passageiros sentados, o uso obrigatório do Cartão GV e a instalação de álcool em gel nos terminais.

De acordo com o governador, os municípios podem ainda definir novas regras, com base nas orientações do governo. Segundo ele, caso alguma cidade descumpra a recomendação, o decreto pode ser alterado para o município específico.Toda semana, uma equipe de governo vai reavaliar a questão de todos município para definir o risco de cada local, com base nos casos do coronavírus.

Na edição do Diário Oficial desta sexta-feira (17), o Governo do do Espírito Santos publicou que os serviços não essenciais continuarão fechados até o dia 30 deste mês, para evitar a propagação do novo coronavírus. Entre os serviços que continuam suspensos estão: a realização de eventos e atividades com a presença de público, como eventos desportivos, comemorativos, shows, feiras, entre outros. Além disso, as atividades em academias, cinemas, teatros, museus, boates, casas de shows e espaços culturais também permanecem fechados até o final do mês de abril.

Decreto

O decreto estadual que proíbe a abertura de estabelecimentos considerados não essenciais no Espírito Santo foi assinado pelo governador Renato Casagrande no dia 20 de março. No domingo (12), houve uma prorrogação da medida, que passou a valer até o próximo domingo (19).

Pelo decreto, as indústrias podem manter as atividades normalmente. Na área de serviços, a proibição é apenas para academias de ginástica e musculação, além de atividades semelhantes, como aula de pilates, por exemplo. A maioria das restrições se aplica ao comércio. Estão autorizados a funcionar apenas estabelecimentos considerados essenciais, como farmácias, supermercados e lojas de autopeças e de materiais de construção, entre outros.


Categorias
EstadoNotícias
PUBLICIDADE
------- PUBLICIDADE -------

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Close Bitnami banner
Bitnami