Notícias

Homem é morto a tiro após atirar em agricultor em São Gabriel da Palha

Um homem foi morto a tiros na tarde dessa terça-feira, de natal no córrego Bley, de acordo com a Polícia Militar a vítima foi identificado por Gabriel Rodrigues Pereira, de 44 anos e foi morto com um tiro depois de atirar contra um agricultor. Segundo relatos de testemunhas, Gabriel estava em um veículo Corolla prata e havia apontado uma arma contra o motorista Lucas Trevizani, na estrada do córrego Castelan, segundo o motorista, o homem estava armado, aparentemente embriagado e teria bloqueado a estrada impedindo a passagem dos veículos. Minutos depois um morador da região do córrego Bley acionou a Policia Militar informando que havia escutado disparos de arma de fogo próximo a sua residência.

A o chegar no local, próxima a propriedade do senhor Osmar Lorenzoni, no córrego Bley, a viatura policial se deparou com o agricultor João Darly Andrea, de 47 anos; segundo os militares ele estava com um revólver em mãos, foi lhe dado ordem para deixar a arma e em seguida recolhida, o agricultor contou aos policiais que estava no quintal de sua casa quando viu o motorista de um corolla bloquear a estrada e atirar na direção de um motociclista, “Ele estava descontrolado e ameaçava a atirar na direção do motociclista e do motorista e os ocupantes de veículo gol branco”, disse o agricultor.

A vítima, Gabriel Rodrigues Pereira.

O agricultor explicou aos policiais que ao ver a situação de risco devido o estado do motorista, gritou para que o homem não atirasse, o homem então efetuou cinco tiros contra o agricultor e fugiu em seguida, o agricultor seguiu o veículo e ao notar que estava sendo seguido, o homem efetuou mais disparos contra o agricultor, que revidou e atirou; o  veículo foi atingido por quatro disparos e um acertou o homem causando sua morte.

O corpo foi recolhido pela equipe da Perícia da Polícia Civil e encaminhado para o DML de Colatina, as armas do agricultor foram apreendidas, ele foi conduzido para a Delegacia de plantão, onde prestou depoimento na presença de seu advogado e vai passar por audiência de custódia; em seu depoimento, o agricultor disse que suas armas são registradas e atirou em legítima defesa de sua vida e das pessoas que estavam sendo ameaçadas pela vítima, que estava transtornado e com uma arma na mão, a arma usada pelo homem foi recolhida.

 

Categorias
NotíciasPolicial
FACEBOOK