Em destaque

Mulher que amamentou criança abandonada em Nova Venécia fala sobre a emoção de ajudar

Um triste história mas com um desfecho feliz, assim pode comentar sobre a história da criança recém-nascida que foi abandonada em uma canteiro de planta no bairro Margareth, em Nova Venécia e encontrada pela moradora Jani Coutinho dos Santos no começo da noite do último sábado (6); mas essa história tem vários personagens, dentre eles a secretária Silvana Lemos Barbosa, de 27 anos, ela foi quem amamentou a criança por cerca de 20 minutos até que fosse levada pela Polícia Militar para o hospital.

Silvana conversou com o Portal Momento e falou sobre a emoção de ajudar a salvar a criança, “Eu estava descendo para uma reunião no Salão do Reino das Testemunha de Jeová, e a vizinha a baixo da nossa casa tinha encontrado (a criança) e nós paramos e perguntamos o q estava acontecendo, foi quando ficamos sabendo do ocorrido, de imediato sair do carro e fui amamentar a criança porque estava aparentemente com fome”, disse Silvana.

“Primeiro não acreditei no que estava vendo, ficamos todos emocionados, Na hora queria levar pra casa para cuidar, dar muito amor e carinho, assim como cuido da minha filha de 10 meses”, perguntada se ele a teria vontade em adotá-la, Silvana respondeu:” Com toda certeza, tenho o enxoval completo da minha filha guardado, berço, bebê conforto… Só teria que comprar fraldas descartáveis”, finalizou.

A soldado da PM Tatiane Celeste participou da ocorrência, ela atendeu o chamado no 190 e foi ao local junto o policiais, sargento Nunes e soldado Corona -“Levei um susto porque não lembro de nenhum caso desse em Nova Venécia e é a minha primeira ocorrência desse tipo. Pedi para repetir e a mulher disse que deixaram um bebê no jardim, no meio das plantas. A equipe que estava entrando foi ao local. Eu fui também”, comentou a policial.

“Quando chegamos, vi que era uma menina com no máximo quatro dias de vida, ela estava limpa, com roupa (bory branco) e fralda. “O pessoal da casa cuidou dela, uma vizinha que estava amamentando deu de mamá a criança. Estava todo mundo emocionado e chorando. Tinha pessoas querendo adotar a criança. Expliquei que tem que procurar o Juizado, que possui uma lista de espera”, contou a soldado.

A soldado fez um agradecimento, “Quero parabenizar a dona da casa que cuidou com tanto carinho da pequena recém nascida e a maravilhosa Silvana Lemos Barbosa por prontamente amamentar a criança que chorava de fome como se fosse sua filha, seu ato de amor o foi lindo, Deus te abençoe e Deus abençoe também essa pequena, que ela seja uma criança amada e bem cuidada, peço a Deus que daqui alguns anos ao lembrar dessa ocorrência será apenas uma velha lembrança e que ela estava crescendo protegida e amada”, finalizou.

Categorias
Em destaqueRegional
FACEBOOK