Barra de São Francisco

Padrasto suspeito de asfixiar e estuprar menina de 1 ano e 11 meses se entrega à polícia



PUBLICIDADE



|Por Lorrayne Borcardt| Um rapaz de 26 anos se entregou na delegacia da Polícia Civil de Barra de São Francisco na última segunda-feira (25), M.F.M estava com mandado de prisão por ser considerado suspeito da morte da menina Gabriela da Silva Almeida, de 1 ano e 11 meses de idade, ela foi encontrada morta dentro de uma represa na quarta-feira (20), na casa da avó que fica no  córrego Palmital, interior de Barra de São Francisco.

A princípio o caso foi registrado como afogamento, porém um laudo preliminar apontou que a menina havia sinais de estupro e teria sido asfixiada. De acordo com o delegado Leonardo Forattini, a mãe da menina também está presa, segundo o delegado durante o seu depoimento ela se contradisse e foi presa por “omissão”, agora a polícia investiga a possível participação dela no crime.

Sobre o padrasto, o delegado informou que a investigação continua e que o depoimento da mãe levou a Polícia Civil a requerer a sua prisão. O suspeito se apresentou junto com advogado na última segunda-feira (25) e prestou depoimento e em seguida foi informado do mandado de prisão temporária. O teor do depoimento prestado pelo suspeito não foi divulgado pela polícia.




Categorias
Barra de São FranciscoEm destaqueGeralPolicialRegional
PUBLICIDADE
------- PUBLICIDADE -------

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Close Bitnami banner
Bitnami