Em destaque

Padre da diocese de Colatina deixa igreja católica para entrar na igreja anglicana e assunto gera polêmica

Padre deixou a igreja católica romana em 2012 para ingressar na igreja católica Anglicana, hoje o padre Pedro Guimarães é casado e tem uma filha.

A decisão de um padre da diocese de Colatina em deixar a igreja católica romana em 2012 para se tornar membro do movimento anglicano ainda tem gerado dúvidas e polêmica quando se fala no assunto; recentemente o bispo Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias, divulgou uma nota na página oficial da diocese falando sobre a saída do padre Pedro Guimarães do clero diocesano para ingressar na igreja católica Anglicana.

“A Diocese de Colatina, Província do Espírito Santo, Brasil, vem por meio desta, esclarecer ao povo católico e a quem interessar que, o Revmº Pe. Pedro de Guimarães, ordenado e incardinado nesta Diocese, já afastado do exercício ministerial, abandonou publicamente a fé e a comunhão da Igreja Católica Apostólica Romana, quando, recentemente, tomou a decisão de se tornar membro do movimento Anglicano no Brasil. Com isso, a Igreja Particular de Colatina não esconde a tristeza diante desta obstinada decisão do Pe. Pedro Guimarães de praticar o delito do Cisma, incorrendo em excomunhão latae sententae, de acordo com o Código de Direito Canônico, Cân. 1364 § 1.
Alertamos aos fiéis acerca de padres que se colocam fora da comunhão eclesial, não podendo exercer ofícios eclesiásticos, como preceitua o can. 194 §1. “Fica ipso iure destituído de um oficio eclesiástico: 2º – Quem tiver abandonado publicamente a fé católica ou a comunhão da Igreja” e, pelo mesmo motivo não podem celebrar os sacramentos em nome da Igreja; se o fizerem, tornam-se inválidos (Cf. catecismo da Igreja Católica nº 1128). Esclarecemos que os fiéis católicos que participarem de ritos de celebração sacramental com o Pe. Pedro Guimarães, a partir desta data, incorrerão, da mesma maneira, em excomunhão.
Lamentamos esse fato triste. Isso é uma oportunidade para rezarmos mais. Exortamos a todos os fiéis que permaneçam na Unidade da Santa Mae Igreja Católica Apostólica Romana, em comunhão com o Papa e o Bispo”, diz a nota.

Entenda a principal diferença entre a igreja católica Romana e Anglicana

Em tese, o que diferencia a igreja católica romana da Igreja anglicana de maneira prática é que a Igreja Anglicana permite que seus padres possam se casar, ter filhos e constituir família. Para o padre Pedro Guimarães a igreja anglicana é  uma Igreja que não faz distinção entre homens e mulheres em seu clero, inclusiva nos assuntos sociais da modernidade, “a Igreja anglicana não obriga e nem proíbe o celibato de seus sacerdotes, permitindo então o casamento de seus padres, o que na igreja católica romana ainda é vedado”, diz.

Padre Pedro Guimarães fala sobre sua saída da igreja católica romana

O Portal Momento entrou em contato com o padre Pedro Guimarães, que prontamente aceitou falar sobre sua saída da igreja católica romana e um pouco sobre a igreja Anglicana.

Pergunta: Há quantos anos o senhor deixou a católica romana? qual sua idade? quantos anos de ministério romano o senhor tem?

Resposta: Eu entrei na Diocese de Colatina em 1994, meus primeiros passos em direção ao sacerdócio. No entanto, deixei de celebrar na Igreja Católica Romana a partir de dezembro de 2012. Hoje tenho 45 anos, me ordenei padre no dia 31 dezembro de 2006.

Pergunta: O senhor é casado? tem filhos?

Resposta: Sou casado e tenho uma filha somente.

Pergunta: Qual motivo o levou a deixar a católica romana?

Resposta: O motivo de eu deixar a Igreja Romana foi justamente de constituir uma família, a Igreja Católica Romana, não permite que padres assumam a família, e eu assumir a minha. hoje eu trabalho de vigia na empresa Teclit com sede na Barra do Riacho.

Pergunta: Quando estava na igreja católica romana, em qual cidade (s) o senhor trabalhou?

Resposta: Trabalhei em muitas Paróquias quando estava na Romana, como seminarista estive em quase todas paróquias fazendo estagio, visitas, palestras assessorando retiros..fui ordenado Diácono na cidade de Ibiraçu, me ordenei padre na cidade de baixo guandu onde fui vigário, depois fui para Aracruz onde fui vigário e  em seguida foi pároco no distrito de guaraná que na época tinha 30 comunidades.

Categorias
Em destaqueGeral
FACEBOOK