Paulo Hartung deixa o governo e terá direito a escolta policial

O ex-governador do Espírito Santo Paulo Hartung (MDB) contará com escolta policial a partir de hoje, após deixar o cargo o governo. A informação foi confirmada pelo próprio governador na tarde da última sexta-feira (28), durante  uma entrevista no Palácio Anchieta, em Vitória.

De acordo com Hartung, a decisão foi tomada após recomendação de um grupo de secretários liderado pelo então Nylton Rodrigues, da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp/ES). “Os secretários defenderam essa ideia de que eu deveria requerer a segurança para o período inicial que estarei fora do governo. Como a reflexão é de profissionais que entendem da área de segurança, acatei e autorizei que o requerimento seja feito pela Secretaria de Governo”, disse  o ex-governador

Hartung lembrou que o benefício de escolta policial concedido a ex-governadores do Estado após deixarem o governo, é fruto de uma lei sancionada por ele. “Vamos usar essa lei, que foi feita no meu governo passado. Ela, inclusive, já foi usada por mim em 2010 e pelo Renato Casagrande em 2014. Agora usarei novamente e espero que por um tempo muito curto”, comentou o ex-governador.

FACEBOOK

NOTÍCIAS RELACIONADOS