Economia

Vila Valério: Prefeito corta cargos comissionados para não atingir limite de gastos

Uma medida tomada pelo prefeito Robinho Partelli (PTN), de Vila Valério resultou no corte de vários cargos comissionados e essa medida repercutiu no meio político essa semana por estar perto do período eleitoral. A decisão de exonerar cargos comissionados incluindo parte do primeiro escalão do governo municipal foi tomada pelo prefeito visando adequação a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que proíbe que o gasto com funcionalismo público ultrapasse 54% da receita corrente liquida do Município.

A Prefeitura de Vila Valério foi questionada pelo Portal Momento mas não respondeu sobre a quantidade de cargos comissionados nomeados e quantos foram exonerados, informou apenas que realizou algumas mudanças no primeiro escalão administrativo e adequou cargos de funcionários comissionados; a previsão da Secretaria Municipal de Administração é que inicialmente a economia seja de R$ 240 Mil nesse ano, porém, o número pode ser maior, pois o município deverá cortar também o pagamento de horas extras e vantagens.

“Nós trabalhamos para ficar dentro dos limites, é uma preocupação de nossa gestão, para que possamos evitar transtornos futuros. Sabemos que existem dificuldades, e estamos aqui para trabalhar, Não é fácil, mas estamos trabalhando cada dia mais para respeitar os limites legais e manter o município no eixo,” disse o Prefeito Robinho Parteli.

Com exoneração de cargos do primeiro escalão, houve a junção de secretarias, onde um secretário vai responder por mais de uma pasta, a Prefeitura deve terminar o ano com apenas 5 secretários, são eles: Silvana Vial Colatti (Administração e Finanças); Eluziane Boni Fontana (Educação); Valmecir Ribeiro dos Santos (Esporte, Cultura e Lazer); Edivânia Demoner (Saúde e Ação Social) e Alberto Carlos Dubberstein (secretário de Infra Estrutura Urbana e Rural, Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico).

Categorias
EconomiaEm destaqueNotíciasRegional
FACEBOOK