Em destaque

Acidente na BR 101 mata mãe e irmã de seminarista da igreja católica e deixa 5 feridos

Duas pessoas da mesma família morreram em um grave acidente registrado na manhã desta quinta-feira (26), na BR 101, em Ibiraçu. Além das mortes, outras cinco pessoas ficaram feridas, três estavam no mesmo carro das vítimas que morreram e as outras duas no outro veículo envolvido no acidente. De acordo com informações do motorista do carro que pegou fogo a família que estava no Siena seguia para o Aeroporto de Vitória. Eles saíram de Mantenópolis por volta de 4h30. A suspeita da PRF é de que o condutor tenha dormido ao volante e bateu no outro carro.

No carro que pegou fogo havia cinco pessoas. Maria Luiza Barbosa Evangelista, de 12 anos, Elder Evangelista Barbosa de Sales (motorista), Danielle Barbosa (noiva do motorista), o seminarista da igreja católica Dener Evangelista Barbosa de Sales (irmão do motorista) e Ediane Barbosa (mãe do motorista). Maria Luiza e Ediane morreram,   Maria Luiza morreu a caminho do hospital e Ediane ficou presa às ferragens e morreu carbonizada no local. Já os outros ocupantes ficaram feridos, foram socorridos e encaminhadas para o Hospital São Camilo, em Aracruz. No outro carro estava Carlos Alberto Ramos e Ivan Neiva Neves Júnior. Os dois sofreram ferimentos leves e também foram socorridos. Eles foram atendidos pelos médicos da Eco 101, concessionária que administra a via.

“O motorista do Fiat Siena dormiu ao volante seguindo para Vitória. Passou direto depois de uma curva e colidiu frontalmente com a Toyota Hilux. Esse é um levantamento inicial da nossa perícia. É o que estamos constatando com os vestígios no local”, disse o policial rodoviário federal Rafael Ortega.

Por conta do acidente, o policial rodoviário federal alertou sobre o perigo de dirigir cansado. “Apesar de pista boa, as pessoas insistem em manter velocidade elevada em pontos onde tem sinalização e orientação para diminuição da velocidade”, destacou Ortega.



O acidente deixou os dois sentidos da BR 101 interditados no local por mais de duas horas. O congestionamento chegou a mais de 10 quilômetros. De acordo com a Polícia Civil, os corpos de mãe e filha serão levados para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória.

Das pessoas socorridas, um homem passou por cirurgia e continua internado. O condutor do veículo só teve ferimentos leves. A noiva dele foi transferida para o Hospital Jayme Santos Neves, na Serra, porque o estado dela é gravíssimo. Os ocupantes da caminhonete estão internados em observação. O trecho do acidente já foi totalmente liberado.

Categorias
Em destaqueNotíciasRegional
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------