Em destaque

Agentes penitenciários são presos por facilitarem fuga de detentos no presídio de São Mateus

Um esquema que vinha funcionando dentro da Penitenciária de São Mateus. No Norte do Estado foi desmantelado em uma investigação conjunta da Diretoria de Inteligência da Sejus, Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco),  Polícia Civil e o apoio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do Ministério Público

O desfecho das investigações começou a ser apresentado nesta terça-feira (15) quando foi deflagrada em São Mateus a operação denominada “Bota Preta”, que investiga desde janeiro deste ano, um esquema de corrupção e facilitação de fuga de presos no município. Pelo menos cinco pessoas já foram presas e uma encontra-se foragida. Os presos são três agentes penitenciários e dois familiares de detentos. As duas últimas prisões ocorreram em Vila Velha,  e no município de Nova Venécia.

Um outro agente penitenciário envolvido, contratado como “DT” encontra-se foragido, os envolvidos, incluindo os agentes foram levados para a Penitenciária na Grande Vitória e colocados em celas de segurança máxima; a condenação de cada um pode chegar a 40 anos e ainda terão que pagar juntos, R$ 10 milhões ao Estado por terem exposto a credibilidade do Sistema Prisional do Espírito Santo. O preço unitário da fuga de cada detento, um total de cinco, não foi divulgado.

A Operação



O desfecho da operação desta terça-feira foi com base em investigações preliminares e interceptações telefônicas, autorizadas pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) foram deferidos e estão sendo cumpridos. A operação investiga um esquema de corrupção e facilitação de fuga de presos no município de São Mateus, entre outros crimes, que, em tese, configuram organização criminosa.

O nome da operação, Bota Preta, faz referência à forma como são chamados pelos presos, os inspetores penitenciários, os antigos agentes. De acordo com o Ministério Público foram presos os agentes: Júlio César Barbosa, Ailton Santos Souza e Carlos Charles Nascimento, está foragido o agente José Carlos Brito.

Outros presos

Naiara Vieira da Silva, foi presa em Vila Velha e Josiane dos Santos, em Nova Venécia. Os detentos  Elair Nunes Júnior, Josiel Silva Rodrigues, Vagner dos Santos da Costa, fugiram na madrugada do dia 15 de janeiro de 2018 e já forma capturados. Apenas Valdemir dos Santos Oliveira, vulgo Japão. É o único que ainda está  foragido.

Categorias
Em destaqueEstado
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------