Estado

Balanço aponta redução de 24{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} de assassinatos no Espírito Santo durante o carnaval

Os indicadores apontam ainda para a redução em crimes contra o patrimônio. Foram registradas quedas de 36{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} a roubo de veículos, 73{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} em roubo a residências e 18{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} a roubo em coletivos

O número de homicídios registrados no Espírito Santo, durante o feriado de carnaval, teve uma queda de 24{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} neste ano em relação a 2017. Segundo dados apresentados nesta quinta-feira (15) pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), durante os cinco dias de folia 22 pessoas foram assassinadas no Estado. Ainda segundo a Sesp, no carnaval do ano passado, logo após a paralisação da Polícia Militar, foram registrados 29 homicídios. Já em 2016, o período de carnaval registrou 21 assassinatos.

O secretário André Garcia chamou a atenção para a maior Operação Verão, cujo planejamento para o Carnaval faz parte, dos últimos anos no Estado. Com trabalho de inteligência, emprego estratégico de efetivo e com amplo reconhecimento dos capixabas e turistas.

“Os indicadores apresentam redução porque trabalhamos o planejamento com antecedência, monitorando áreas que requeriam mais atenção e tudo aconteceu como previsto. Os indicadores apontam para um grande trabalho que as polícias e o Corpo de Bombeiros fizeram”, destacou o secretário.



Dos 22 casos de homicídio registrados no Espírito Santo durante o feriado deste ano, apenas um aconteceu durante um bloco de carnaval. Na noite do último domingo (11), em Manguinhos, na Serra, Waldir Benaia de Souza, de 24 anos, foi morto durante um tiroteio.

Ele foi baleado logo após sair de um restaurante da região e revidou os disparos. Outras quatro pessoas ficaram feridas durante a troca de tiros. Sobre esse caso, o chefe da Polícia Civil do Estado, delegado Guilherme Daré, informou que o autor do crime já foi identificado.

Os números

Durante o período de folia foram investidos R$ 4 milhões em pagamentos de diárias. Como resultado, a Polícia Militar registrou 7.122 veículos abordados e vistoriados e 410 pessoas foram detidas conduzidas às delegacias. O Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) aplicou 433 multas, abordou 922 veículos, aplicou 232 testes do bafômetro. Nas estradas do Estado foram registrados 171 acidentes, com três mortes.

Ainda de acordo com a Sesp, mais de 400 pessoas foram detidas e conduzidas para delegacias durante o carnaval no Espírito Santo. A secretaria informou ainda que cerca de 600 eventos realizados entre a noite da última sexta-feira (9) e a manhã de quarta-feira (14) contaram com a presença da policia.

Categorias
Estado
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------