Brasil

Bandidos usando viaturas falsificadas roubam 750 Kg de ouro em terminal de cargas de Guarulhos

Os criminosos usavam coletes a prova de balas, armas pesadas e estavam em viaturas falsas semelhantes aos carros da Polícia Federal.

Em apenas 3 minutos os funcionários do terminal de cargas do aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, foram rendidos por um grupo de assaltantes que chegaram no local em viaturas falsificadas da Polícia Federal, uma carga de 750 kg de ouro estimada em mais de R$ 120 milhões, que seria embarcada em aviões para outros países foi levada pelos assaltantes. A ação dos criminosos foi comparada nas redes sociais com a série “Casa de Papel”.

Os criminosos usavam coletes a prova de balas, armas pesadas e estavam em viaturas falsas semelhantes aos carros da Polícia Federal, eles já tinha sequestrado a família e um funcionário do terminal de cargas do Aeroporto de Guarulhos, e entraram por uma das guaritas sem dificuldades e renderam outros funcionários, que ajudaram a identificar o “container” com a carga.

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

O operador de uma das empilhadeiras foi obrigado a colocar o pallet em que o ouro estava e colocá-lo em cima de uma das caminhonetes. Enquanto o grupo agia, dezenas de funcionários do terminal observavam a ação, incrédulos. Uma mulher chega a ficar imóvel diante da pressão do grupo para colocar a carga de ouro no veículo.

Horas depois, a polícia encontrou as viaturas falsificadas usadas pela quadrilha em um depósito de material de construção na Vila Nair, zona leste de São Paulo, a 12km do aeroporto, a carga de ouro foi colocada em outros veículos e eles fugiram.

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

A assessoria do  Aeroporto de Guarulhos disse em nota que o ouro seguiria para Nova York, e para Zurique, na Suíça. O ouro tinha sido descarregado instantes antes de um carro-forte que entregou carga que seguiria viagem para esses países.

Roubo planejado

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

Segundo a polícia, os carros utilizados pelos assaltantes foram comprados em nomes de laranjas,  e receberam adesivos similares aos da Polícia Federal e contavam até mesmo com sirenes  e giroflex. Os veículos não tinham nenhum registro de roubo ou furto. O local para onde os assaltantes fugiram e trocaram de carros, o depósito de material de construção na Vila Nair, também foi cuidadosamente estudado e fica a 12 km do terminal.

------- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -------

O espaço é um depósito utilizado por uma loja do bairro para guardar materiais de construção, como areia e brita. Ainda de acordo com moradores, fica sempre aberto. Poucas horas após a ação, veículos com características similares aos apontados pela polícia chegaram a ser vistos na rodovia Presidente Dutra. No fim da noite, dois veículos e um caminhão, que também teriam sido utilizados na ação, foram apreendidos na zona leste de São Paulo, deixando dúvidas sobre como, de fato, foi feita a fuga dos assaltantes.

Com informações: Portal R7


Categorias
BrasilNotíciasPolicial
FACEBOOK
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE