Economia

CDL de São Gabriel da Palha denuncia e pede fiscalização sobre vendedores ambulantes e mercadorias clandestinas

A Câmara de Dirigentes Lojistas de São Gabriel da Palha, entidade que representa os comerciantes protocolou nesta segunda-feira (17) uma denúncia pedindo providências e fiscalização da Prefeitura por parte dos órgãos competentes como Vigilância Sanitária e Departamento de Receita;  a denúncia aponta que diariamente são vendidas mercadorias clandestinas e alimentos sem inspeção sanitária nas ruas e calçadas do centro da cidade.

Tem se tornado comum andar pelas ruas e encontrar os  velhos “vendedores ambulantes”, com eles podemos encontrar de tudo, mercadorias como panelas, calçados, brinquedos, perfumes e roupas falsificadas, frutas, verduras, comidas, carnes, ovos, espetinhos, carros, carregadores de celular e até roupas, estão sendo oferecidos nas ruas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A CDL informou que a denúncia foi protocolada com objetivo de assegurar as vendas dos comércios que atuam de forma legalizada e geram emprego e receita,  e destacou a falta de fiscalização contra a comercialização de produtos de origem duvidosa no município, e sugeriu a formalização dessas pessoas a criação de um local para comercialização coletiva. Fotos anexadas na denúncia mostram que as calçadas e praças da cidade estão sendo tomadas por vendedores ambulantes expondo e comercializando mercadorias sem procedência, inclusive produtos alimentícios manufaturados artesanalmente (linguiças, carnes, queijo),  remédios naturais, mel de abelha e vários outros produtos sem nenhum tipo de registro e inspeção sanitária.

Alem disso, veículos  com placas de vende-se, são estacionados durante todo o dia em vagas de estacionamento próximo a locais de grande circulação, como por exemplo em frente a Caixa Econômica Federal, Praça Aurélio Bastianello e em frente a igreja Matriz, esses veículos ocupam as poucas vagas de estacionamento disponíveis no centro da cidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Procuramos a Prefeitura de São Gabriel da Palha para comentar sobre o assunto, a Secretaria Municipal de Finanças informou que vai analisar a denúncia e tomar as medidas com base no código de posturas; a Secretaria de Saúde e o Departamento Municipal de Trânsito também devem tomar medidas sobre a denúncia.

Categorias
EconomiaEm destaqueGeral
FACEBOOK