Brasil

Desembargador do TRF-4 determina soltura do ex-presidente Michel Temer e outros 5 presos pela Operação Lava Jato

Decisão vai soltar oito presos na Operação Descontaminação, da Força-Tarefa da Lava Jato, entre os presos está o ex-presidente Michel Temer, o ex-ministro Moreira Franco, de João Baptista Lima Filho e o Coronel Lima. Todos foram presos na última quinta-feira.

O desembargador do Tribunal Regional da 2ª Região Antônio Ivan Athié acaba de revogar a prisão preventiva do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco e de mais seis investigados que estavam detidos desde a última  quinta-feira ( 21) por decisão do juiz Marcelo Bretas que expediu os mandados de prisão.

Antônio Athié, que é relator do caso no TRF-2, havia sinalizado inicialmente que iria levar o pedidos de liberdade para julgamento colegiado com mais dois desembargadores, mas, após analisar o caso no fim de semana, concluiu que as prisões afrontavam garantias constitucionais.  “Ressalto que não sou contra a Lava Jato, ao contrário, também quero ver nosso país livre da corrupção que o assola. Todavia, sem observância das garantias constitucionais, asseguradas a todos, inclusive aos que a renegam aos outros, com violação de regras não há legitimidade no combate a essa praga”, escreveu, em sua decisão. Um desembargadora de plantão já tinha determinado soltura de outros dois presos. O Ministério Público Federal disse que irá recorrer.

A decisão determina a soltura de Maria Rita Fratezi (mulher de Coronel Lima, que segundo o MPF atuou em arrecadação de recursos e lavagem de dinheiro), Carlos Alberto Costa (sócio do coronel Lima na Argeplan), Carlos Alberto Costa Filho (diretor da Argeplan), Vanderlei Di Natale (suspeito de ter intercedido junto à Eletronuclear em favor do esquema) e Carlos Alberto Montenegro Gallo (também suspeito de interceder junto à Eletronuclear para a participação da Argeplan), que não tinha pedido de habeas corpus em seu nome.

Categorias
BrasilNotíciasPolítica
FACEBOOK