Em destaque

Eleições 2018: Com a saída de Hartung, pesquisa aponta Casagrande na frente

A corrida eleitoral ao governo do Espírito Santo começa a ganhar corpo, os principais nomes para a disputa eram o do atual governador Paulo Hartung (MDB) e do ex-governador Renato Casagrande (PSB), porém uma reviravolta no cenário surgiu depois da saída de Hartung, que anunciou não disputar a reeleição. Nesta terça-feira (17), a pesquisa do Instituto Futura foi publicada, esta é a primeira pesquisa realizada após o anúncio da saída de Hartung dando vantagem do ex-governador Renato Casagrande em vários cenários.

Na estimulada, onde o entrevistador apresenta o nome dos candidatos ao eleitor, Casagrande (PSB) atinge 58,4{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} das intenções de votos; a senadora Rose de Freitas (Podemos) fica com 12,8{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} de preferência; Coronel Foresti (PSL) marca 4,3{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}; César Colnago (PSDB) 4{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}; enquanto André Moreira (Psol) atinge 1,5{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}. Votos brancos, nulos ou em nenhum dos candidatos marca 15,1{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}. Já os que estão indecisos ou que não responderam, somam mais 4{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}.

Outros cenários também foram feitos apontando os nomes de Amaro Neto (PRB) e Ricardo Ferraço (PSDB), porém, ambos já declararam que irão concorrer a uma vaga ao Senado. Mesmo assim, nos dois casos, o ex-governador Renato Casagrande ainda lidera a disputa com uma margem acima dos 52{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}, o que daria uma vitória no primeiro turno.

Projeções de segundo turno também foram realizadas. Contra Rose de Freitas, a pesquisa indica vitória de Casagrande com 68,4{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}, contra 14,9{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} da senadora Rose de Freitas. Já contra Ricardo Ferraço, Casagrande chega a 67,6{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} contra 15,6{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}. Se o adversário fosse Amaro Neto, Casagrande venceria com 62,8{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} contra 21,6{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}. Em todos os cenários, a disputa seria mais equilibrada se Hartung estivesse no cenário. A diferença entre ambos é pouca, se levar em consideração a margem de erro de 3,5{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} para mais ou para mais. O Instituto Futura entrevistou 800 pessoas entre os dias 10 e 13 de julho. A confiabilidade é de 95{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}. A pesquisa está registrada no TRE-ES sob o número ES-09041/2018.



Categorias
Em destaqueEstadoNotíciasPolítica
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------