Notícias

Epidemia da gripe Influenza pode durar até 2 meses no Espírito Santo

Nas últimas semanas, os números de casos de pessoas apresentando sintomas gripais cresceu de forma expressiva no Espírito Santo. Segundo o secretário estadual de saúde, Nésio Fernandes, a situação deve permanecer crítica pelos próximos dois meses. “O comportamento que temos da Influenza deve se prolongar por 40 a 60 dias, tendo um período de recrudescimento. Não esperamos que essa epidemia de Influenza vá se resolver nos próximos 14 dias”, disse o secretário durante um pronunciamento na tarde desta terça-feira (28).

Diante desse crescimento de casos, Nésio reforçou a importância das medidas não farmacológicas para conter o avanço da doença. “Algumas medidas não farmacológicas voltam a ter relevância, como Nós temos uma circulação concomitante, tanto no que diz respeito à Covid-19 quanto à Influenza”, disse.

O secretário destacou ainda que a chegada do período de festas de fim de ano, verão e carnaval pode colaborar para o aumento de casos. “Nós temos um ciclo de festas de verão, de carnaval, que antecede a semana epidemiológica oito, onde temos um comportamento sazonal das SRAGs e da Influenza”, concluiu.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou um boletim onde aponta que o Espírito Santo registrou seis mortes por gripe nas últimas semanas. Segundo o secretário, a forma mais eficiente de combater o vírus é a vacinação. Atualmente, cerca de 78% da população apta a receber vacina contra a gripe no Espírito Santo foram vacinadas.”O Estado precisa se mobilizar no enfrentamento a duas condições de transmissão comunitária. Temos uma margem muito grande para avançar no controle da covid-19″, disse.



Categorias
NotíciasSaúde
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------