Geral

Gabrielense estava na equipe de Bombeiros que atendeu ocorrência do acidente que matou a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas

O Brasil ficou chocado com o acidente aéreo que matou a cantora sertaneja Marília Mendonça e mais 4 pessoas que estavam no mesmo avião na última sexta-feira (5), O avião de pequeno porte, modelo Beech Aircraft em que a cantora estava colidiu um cabo de alta tensão e caiu em uma cachoeira na localidade de Piedade de Caratinga, interior de Minas Gerais.

O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria um show á noite. Nas redes sociais, a cantora que tinha 26 anos de idade e estava no auge de sua carreira postou um vídeo já dentro do avião antes do acidente. Os bombeiros foram acionados para atender a ocorrência por volta das 15h30. Entre os militares do Corpo de Bombeiros que atenderam a ocorrência está o soldado Rafael Augusto Partelli Libardi, ele é natural de São Gabriel da Palha, filho de Angelita Partelli e Paulo Libardi, proprietário do bar no Clube Campestre.

O soldado Libardi contou em entrevista ao Fantástico na noite de ontem contou como foi o resgate das vítimas, ele foi o primeiro bombeiro a entrar no avião; “O primeiro trabalho foi garantir a nossa segurança, agente ancorou o avião no sentido contrário a correnteza, passamos as cordas em uma árvore grande que tinha no local, me aproximei de avião, a porta estava aberta, eu chamava tentando verbalizar  e buscar uma resposta de alguém. A aeronave estava toda destruída por dentro, as bagagens todas ao chão sobre as vítimas, fizemos junto com o SAMU o resgate dos corpos e depois vi que uma das vítimas era a cantora Marília Mendonça”, contou.

Na aeronave além da cantora Marília Mendonça, estavam Geraldo Martins de Medeiros Junior (piloto), Tarciso Pessoa Viana (copiloto), o produtor Henrique Bahia e o assessor Abicieli Silveira Dias Filho, que também era tio da cantora.



Categorias
GeralNotíciasSão Gabriel da Palha
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------