Economia

Governador anuncia reajuste de salário e do auxílio-alimentação para servidores

Governador Paulo Hartung durante prestação de contas. (Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES).

Um dia após o governador Paulo Hartung apresentar o resultado do Planejamento Estratégico 2018, que prevê a liberação de R$ 160,80 milhões de investimentos prioritários, nesta quarta-feira (28), o governador prestou contas na Assembleia Legislativa (ALES) e detalhou a saúde financeira do Estado, as políticas públicas inovadoras implementadas e as ações estratégicas do Governo que estão em andamento.

Ao todo, o Governo Estadual prevê investir R$ 1 bilhão neste ano.  Apesar da crise política e socioeconômica que castigam o país nos últimos anos, Paulo Hartung reafirmou que o Estado está com as contas organizadas e avançando progressivamente em programas transformadores e na contraprestação de serviços à população. Na oportunidade, o governador anunciou ainda que o Governo pretende reajustar de R$ 220,00 para R$ 300,00 o valor do auxílio-alimentação pago ao funcionalismo público Estadual – um aumento de 36,40{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}. A prestação de contas foi realizada em sessão especial na Assembleia Legislativa, em Vitória.

Em seu terceiro mandato à frente do Poder Executivo Estadual, Paulo Hartung destacou que se colocou à disposição para reassumir o Governo por diagnosticar que estava em descompasso na relação entre custeio e arrecadação. Hartung relembrou que, ao reassumir o comando do Estado, foi necessário dialogar e detalhar aos deputados Estaduais um diagnóstico técnico que demonstrava que o orçamento anual previsto pela administração anterior não estava coerente com a previsão real de arrecadação.



O governador afirmou que diante dos desafios postos, está executando à frente do Executivo Estadual um “Novo Início” para as terras capixabas. “Gostaria de afirmar que, hoje, podemos dizer que os alertas que fizemos ainda em 2013/2014, acerca dos descontroles que ameaçavam a vida dos capixabas tinham plena razão de ser. À época, o governo estadual flertava perigosamente com o descontrole das contas públicas. Naqueles anos (2013/2014), o Estado apresentou déficit crescente, respectivamente de R$ 983 milhões e R$ 1,456 bilhão. Um dos fatores determinantes foi o crescimento das despesas correntes em índice muito superior ao da ampliação das receitas. Por exemplo, a folha de pessoal do governo que, em 2010, estava no patamar de R$ 260 milhões, ao final de 2014 chegava a R$ 430 milhões mensais”, pontuou.

“Mas como bem sabem os capixabas, nesses últimos três anos não nos ocupamos apenas da pauta emergencial, originada nos desacertos passados e também nos desafios das crises. Fomos muito além e investimos na melhoria da qualidade de vida da população, pensando no hoje e no que virá, com políticas públicas inovadoras. Trata-se de medidas transformadoras do presente imediato e fundadoras de um amanhã bastante diferente entre nós”, completou.

Entre as políticas públicas implantadas pelo Estado, o governador Paulo Hartung destacou a Escola Viva; o Jovem de Futuro; o Pacto pela Aprendizagem; a Rede Cuidar; o Ocupação Social; os editais de Ciência e Tecnologia e de Cultura; o Campeões do Futuro, no Esporte; o Reflorestar, cujas origens estão lá na criação do Fundágua, em 2008; o Águas e Paisagens; e o Programa Estadual de Barragens. “São algumas das mais relevantes iniciativas que, modificando o presente, se constituem como a base de um novo tempo nas terras capixabas”, analisou.

Reajuste de 36,40 {9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} no auxílio-alimentação

Paulo Hartung anunciou que o Governo pretende reajustar de R$ 220 para R$ 300 o valor do auxílio-alimentação pago ao funcionalismo público Estadual. O aumento é de 36,40{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5}. O projeto de lei que prevê o reajuste no benefício foi entregue ao presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso. “É um passo representativo, de reconhecimento à nossa equipe de trabalho. Uma medida tornada possível porque já caminhamos para fora do olho do furacão das tormentas que atravessamos juntos”, finalizou Paulo Hartung.

Assessoria Governo ES

Categorias
EconomiaEm destaqueEstadoPolítica
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------