Brasil

Justiça manda retirar da internet vídeos com ofensas a vereadora Marielle

A Justiça do Rio de Janeiro decidiu, em caráter liminar, que o Youtube deve retirar em até 72 horas 16 vídeos com conteúdos considerados ofensivos contra a vereadora Marielle Franco, morta na semana passada. Novos vídeos que possam vir a ser postados com teor difamatório terão que sair da rede em até 48 horas depois de carregados. A liminar foi concedida na noite desta quinta-feira (22) pela juíza Maecia Correia Hollanda, titular da 47ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.

A ação da família de Marielle na Justiça pedia a retirada de 40 vídeos no Youtube com falsas notícias sobre a vereadora, executada na semana passada. De acordo com a ação, o conteúdo postado entre os dias 15 e 20 de março já contava com mais de 13,4 milhões de visualizações. A ação pedia, liminarmente, a retirada dentro de 24 horas, sob pena de multa diária por parte do Google.

Categorias
BrasilNotícias
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------