Famosos

Morre aos 67 anos Parrerito, integrante do Trio Parada Dura vítima do covid-19

O cantor  Eduardo Borges de 67 anos, o Parrerito do Trio Parada Dura, morreu neste domingo (13) ele estava internado em um hospital em Belo Horizonte, capital mineira. De acordo com a assessoria de imprensa do grupo, ele não resistiu às complicações decorrentes do covid-19. Parrerito foi internado no dia 29 de agosto depois de fazer um teste e receber resultado positivo para a doença. Ele teve um mal súbito e precisou ficar na UTI, respirando por aparelhos.

Parrerito é irmão de Barrerito, atualmente fazia  a principal voz do Trio Parada Dura, grupo tradicional de música sertaneja, na estrada desde a década de 1970. Ele não integrou a formação original, no entanto. Entrou apenas em 1982, após um acidente aéreo deixar paraplégico o seu irmão, Barrerito, cantor da segunda formação do grupo. Eduardo Borges, então, virou Parrerito e assumiu os vocais ao lado de Creone e Mangabinha.  O grupo ficou conhecido por diversos sucessos, como As AndorinhasTelefone Mudo e Blusa Vermelha.

Atualmente, o Trio Parada Dura era formado pelos músicos Parrerito, Creone e Xonadão. Os outros dois integrantes da banda fizeram o exame e testaram negativo para coronavírus. A esposa de Parrerito também foi diagnosticada com a Covid-19, mas se recuperava em casa.



Nas redes sociais, famosos e amigos lamentaram a perda.

  • “Mais um grande artista se foi… Descanse em paz, Parrerito! Que seja sempre lembrado por tudo de bom que fez pela música. Meus sentimentos à família, amigos e fãs!”, publicou Bruno Belutti, da dupla Marcos & Belutti.
  • “Descanse em paz, #Parrerito!”, escreveu João Neto e Frederico.
  • Foram tantos ensinamentos e momentos inesquecíveis ao seu lado, obrigado Parrerito por tudo que fez por mim, meu eterno irmão e por nossa música sertaneja. Descanse em paz”, postou Leonardo.
Comentar
Categorias
FamososGeralNotícias
------- PUBLICIDADE -------

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Close Bitnami banner
Bitnami