Notícias

Mulher é esfaqueada em Colatina e escreve nome de suspeito em caderno antes de morrer

O caso foi registrado em Colatina, uma mulher foi morta após ser esfaqueada dentro de casa, na madrugada deste sábado (17). Porém, antes de morrer, a mulher escreveu os nomes de suspeitos do crime em um caderno. Em depoimento, uma vizinha contou que a mãe da vítima chegou na casa dela pedindo socorro. Ao entrar encontrou Maria do Carmo Cecco, 63 anos, caída no chão e com um corte profundo no pescoço. A vizinha chamou a polícia e, ao ver que a vítima estava ensanguentada, percebeu que ela queria falar alguma coisa, mas não conseguia. Segundo consta no depoimento, a testemunha pegou um caderno e uma caneta à vítima, que escreveu alguns nomes e a palavra “roubou”.

Quando a Polícia Militar chegou na casa, no bairro Campestre, a vítima já havia sido socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital Silvio Avidos. No local do crime, os militares encontraram alguns pertences jogados no sofá e uma das gavetas da cômoda da vítima jogada no chão. Além disso, uma tampa existente no forro do teto da casa estava fora do lugar e a bolsa da vítima havia sido levada. Os militares não encontraram sinais de arrombamento na porta. Os policiais foram até o hospital e o cirurgião de plantão informou que a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu.

O delegado Marcelo Vinícius Santiago, disse as investigações iniciais da Polícia Civil apontam para o crime de latrocínio, mas por enquanto, ninguém foi preso. A mãe, da vítima, uma senhora de 80 anos, de acordo com o delegado, está em estado de choque com a situação e ainda não foi ouvida pela polícia. O caderno no qual Maria do Carmo escreveu um nome e a palavra “roubou” está apreendido e sendo utilizado na investigação. Segundo o delegado, no papel está escrito um nome e uma relação de parentesco, o que pode indicar que a vítima sabia quem era o suspeito. De acordo com os depoimentos ouvidos pela polícia, a vítima não estava sendo ameaçada e também não se envolveu em nenhuma confusão que pudesse motivar o crime.

Categorias
NotíciasRegional
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------