Estado

“Pastor” George Alves é preso em Linhares depois de determinação da Justiça

A prisão foi decretada porque ele teria alterado a cena do crime e apresentava risco a investigação.

O “pastor” George Alves Gonçalves, pai e padrasto dos irmãos que morreram carbonizados durante um incêndio em Linhares na madrugada do último dia 21, George foi preso na manhã de sábado (28), pela Polícia Civil em Linhares e depois de passar por exames do DML foi conduzido para o Centro de Detenção Provisória de Viana II, na Grande Vitória.

O mandado de prisão temporária tem prazo de 30 dias, e foi cumprido pela  equipes da Delegacia de Infrações Penais e da Delegacia de Crimes Contra a Vida. George estava em um hotel do município quando foi detido; de acordo com a Polícia Civil a prisão foi decretada porque ele teria alterado a cena do crime e apresentava risco a investigação.

Dois dias antes da prisão George prestou depoimento durante quatro horas e também fez exames no Departamento Médico Legal (DML) de Linhares para comprovar que queimou as mãos na tentativa de socorrer as crianças. O médico perito que examinou o pastor disse que foi encontrado pequenas bolhas nas mãos e nos pés do pastor. No entanto, o resultado oficial do exame feito no DML ainda não foi divulgado.

Categorias
EstadoNotíciasRegional
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------