Em destaque

Polícia Civil identifica suspeito de enviar ameaças ao Secretário de Segurança Pública do ES

A Polícia Civil identificou o responsável por enviar ameaças ao Secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, coronel Alexandre Ramalho, no dia 06 de julho, em sua conta pessoal no Instagram. As investigações apontam que um jovem de 17 anos seria o autor das mensagens, enviadas por mensagem direta (direct). Segundo as investigações da polícia civil, o jovem não teria ligação com o crime e teria enviado as ameaças como “brincadeira”.

O conteúdo da ameaça, repleto de erros de gramática e palavrões, incluía a informação de que um grupo criminoso do Bairro da Penha continuaria atacando os bairros Piedade e Moscoso. O envio da mensagem aconteceu após operações conjuntas para prender membros de organizações criminosas no Espírito Santo, entre eles Fernando Moraes Pereira Pimenta, o ‘Marujo’, de 27 anos, suspeito de liderar o tráfico de drogas no Bairro da Penha e em São Benedito. O criminoso também foi citado pelo adolescente nas mensagens.

A família do jovem, assim como a investigação da polícia, garante que ele não tem ligação com organizações criminosas. Ainda segundo os familiares, ele sempre foi recluso e quase não sai de casa.  Apesar das informações preliminares, o caso segue em investigação e o jovem ainda pode ser autuado pelas ameaças.



Na época, a Sesp garantiu que “o combate ao tráfico de drogas e às organizações criminosas no Espírito Santo vai continuar de maneira intensa, como vem sendo realizado, dentro da legalidade, com objetivo de trazer paz às pessoas que vivem nessas comunidades”.

O secretário de Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho não se manifestou sobre o assunto.

Comentar
Categorias
Em destaqueGeralPolicial
------- PUBLICIDADE -------

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Close Bitnami banner
Bitnami