Estado

Policial civil é morto a tiros por criminosos com a própria arma em Cariacica



PUBLICIDADE



Um investigador da Polícia Civil, identificado como Alessandro Gomes Ferrari, de 45 anos, morreu após ser atingido por disparos na cabeça e no tórax na noite deste domingo, no bairro Morada de Santa Fé, em Cariacica. O policial foi buscar um bolo de aniversário para comemorar o aniversário da filha. Ele estava no carro com a esposa e a sogra.

Ao parar o veículo para encontrar uma amiga da filha, a vítima foi abordada por três criminosos. Ele não ofereceu resistência e começou a andar de costas. O policial tropeçou em um buraco e caiu deitado. Com o movimento, os criminosos acharam que Alessandro reagiria ao assalto, efetuaram disparos contra ele e fugiram. Eles não levaram nada da família. O policial foi socorrido para um hospital por uma viatura da Polícia Militar, mas não resistiu aos ferimentos.

O secretário de Segurança Pública, Coronel Nylton Rodrigues, e o chefe da Polícia Civil, Guilherme Daré, acompanharam as investigações nesta manhã. O secretário afirmou que os trabalhos de investigação estão adiantados. “As investigações trilham a linha do latrocínio. Nós temos que preservar e dar tempo a essa investigação para não possamos atrapalhá-la. Podemos adiantar que as investigações estão ocorrendo com celeridade, o carro utilizado pelos criminosos já foi apreendido”, disse o secretário de segurança pública.



Algumas pessoas foram levadas para o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) durante a madrugada. Entre elas, estavam testemunhas e suspeitos do crime. Vários policiais e delegados deram início às investigações por volta de 20h de domingo, minutos após o crime. Durante a manhã, equipes ainda estavam nas ruas apurando o caso.

Criminosos levaram arma do policial

Segundo a polícia, no carro havia apenas o policial e a esposa, quando aconteceu a abordagem dos criminosos. O policial teria saído com as mãos para o alto, andado de costas e pisado em falso em um buraco na rua. No mesmo instante, um dos criminosos efetuou um disparo contra ele no peito e, nesse momento, o policial caiu. Quando Alessandro já estava no chão, o bandido teria visto a arma do policial na cintura e com a pistola de Alessandro deu um tiro na cabeça dele. O criminoso fugiu com a arma do policial.


Categorias
EstadoNotícias
PUBLICIDADE
------- PUBLICIDADE -------

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Close Bitnami banner
Bitnami