Denúncia

Suposta fraude em licitação na festa da cidade de Vila Valério é denunciada ao MPES

A festa do café programada para acontecer na próxima semana em Vila Valério é alvo de mais uma denúncia apresentada ao Ministério Público do Espírito Santo, que já investiga o possível superfaturamento na contratação com dinheiro público de shows que chegam a custar mais de R$ 700 mil reais, entre eles as duplas Mateus e Kauan, e João Bosco e Vinícius.

Agora, o Ministério Público recebeu uma nova denúncia apontando a suposta fraude na licitação na modalidade chamada pública para contratação de empresa para a estrutura, comercialização de camarotes, tendas de alimentos e bebidas durante os três dias de festa. O fato que chamou a atenção na denúncia é que desde o último sábado a empresa que venceu a licitação já estava descarregando a estrutura, inclusive um vídeo feito pelo vereador Yarlei Meneguelli em sua rede social mostra que na parte da manhã da última segunda-feira (6), dois caminhões com mais uma carga da estrutura montável dos camarotes estavam no local onde vai acontecer a festa, porém a licitação aconteceu às 12h conforme publicação no edital.

A empresa vencedora do Lote 01 para a montagem dos 50 camarotes foi a Marques Estruturas Ltda pelo valor de R$ 16.700,00. Já o Lote 02 para a gestão do espaço de barracas para venda de alimentação e bebidas, ficou com a empresa Adair Vizentini Narcizo -ME, com valor total de 65.100,00. A denúncia aponta que as duas empresas teriam combinado os valores de lance em cada lote.

  • A reportagem tentou contato com a Prefeitura de Vila Valério para comentar sobre o processo de licitação na modalidade chamada pública, porém não se obteve resposta.
  • As empresas Marques Estruturas Ltda e Adair Vizentini Narcizo -ME, não quiseram comentar sobre o assunto.
  • O Ministério Público confirmou a denúncia e destacou que solicitou informações á Prefeitura sobre os processos de contratação de todos os shows e estrutura de camarotes e barracas para a festa, e que somente após a análise dos documentos o órgão se pronunciará.
Categorias
DenúnciaGeralNotíciasVila Valério
Facebook Pagelike Widget