Notícias

Vereador abre caixão lacrado em cemitério de MG e diz que era para provar que idoso não morreu de covid-19

Um vereador de Santa Bárbara do Leste (MG) é alvo de investigação por ter quebrado protocolo sanitário de prevenção à covid-19. O vereador Wlliam Faria (PT), abriu o caixão de um idoso, de 92 anos, antes mesmo de ser enterrado, segundo ele abriu o caixão para mostrar que o idoso não teria morrido de covid-19, pois o laudo que tinha em mão a causa da morte é insuficiência respiratória. Um vídeo foi gravado e publicado nas redes sociais do parlamentar.

Segundo o Hospital Irmã Denise (Casu), que fica em Caratinga (MG), José Vieira do Carmo morreu com síndrome respiratória aguda grave e com sintomas de covid-19. O idoso deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caratinga no sábado (24), à noite. Em seguida, foi transferido para o hospital e, poucas horas depois, morreu.

De acordo com a família do idoso, ele fez o teste rápido e deu negativo. O homem fez um segundo teste PCR, que ainda não saiu o resultado. Por ser diagnosticado com suspeita de covid-19, o corpo do idoso foi levado para a funerária e depois encaminhado ao cemitério.



“Por ser intubado, ele não aguentou a intubação. Foi feito o teste de covid rápido e deu negativo. Então, ele foi para o Casu e nem ficou tanto tempo lá. Era para terem colocado no prontuário médico, pois se é suspeita de covid, a família tem que saber”, disse a neta do idoso, Graziela Vieira do Carmo.

Uma funcionária da Vigilância Sanitária da Prefeitura de Santa Bárbara do Leste aparece no vídeo e concorda com as falas do vereador. Em nota, o município disse que ela se sentiu pressionada e que foi induzida pelo parlamentar. A Prefeitura disse ainda que discorda totalmente da ação irresponsável do vereador, que expôs todos que estavam no local ao risco de contaminação.

A Polícia Civil informou que o vereador está sendo investigado por crime de infração de medida sanitária preventiva, já que, segundo a PC, o resultado do teste PCR só é divulgado em três dias.

O presidente da Câmara Municipal de Santa Bárbara do Leste se manifestou em um vídeo. Segundo ele, a conduta do parlamentar será investigada. “A Câmara Municipal esclarece que a conduta do vereador será devidamente investigada por uma Comissão Parlamentar de Inquérito. Tão logo o processo seja concluído, daremos maiores esclarecimentos sobre as medidas adotadas em razão deste lamentável evento”, concluiu Altair Nunes Ferreira, presidente da Câmara. (fonte:G1 MG)

Categorias
NotíciasPolicial