Estado

Ex-vereadora de Cachoeiro assume vaga de Almir Vieira na Ales após perda de mandato

Tomou posse como deputada estadual na Assembleia Legislativa do ES, a ex-vereadora de Cachoeiro de Itapemirim, Claudia Lemos  (PRP), Lemos foi empossada na vaga aberta com a saída do deputado Almir Vieira (PRP), cassado pela Justiça Eleitoral por arrecadação ilícita de recursos. A convocação para a posse da primeira suplente da coligação de Almir Vieira foi publicada no Diário do Poder Legislativo. A solenidade aconteceu durante sessão na tarde desta segunda-feira (18).

O Ato que declara a perda do mandato do deputado Almir Vieira (PRP), foi publicado nesta sexta-feira (15), pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa (Ales). A decisão da perda do mandato é do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que negou recurso do político em abril deste ano e manteve a condenação dada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) de cassação pelo crime de arrecadação ilícita de recursos, popular caixa dois.

Na decisão foi considerou que houve desvio de recursos do Hospital Associação dos Funcionários Públicos do Espírito Santo (AFPES) para sua campanha eleitoral de 2014. O deputado era então o presidente da entidade. A ação contra Almir Vieira foi ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

O Relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou que R$ 252,7 mil em recursos teriam sido desviados para pagar gastos da campanha, valor que representou 56,88{9a050057d6642e325d5535ce07d5042bc3f00a2d284e1692da94b3e151c21cb5} do total arrecadado. Além da perda do cargo, o deputado ficará inelegível por oito anos, de acordo com a Lei da Ficha Limpa. Também foi publicado ato exonerando todos os 18 servidores do gabinete de Almir Vieira.



Com 10.556 votos, Cláudia Lemos é a primeira suplente da coligação formada pelo Partido Republicano Progressista (PRP) e pelo Partido Republicano da Ordem Social (Pros) nas eleições para deputado estadual em 2014. Ela é natural de Mimoso do Sul e é servidora efetiva do Judiciário estadual, como oficial de justiça. Na vida pública, foi vereadora de Cachoeiro de Itapemirim, secretária municipal em Cachoeiro e em Marataízes e candidata à vice-prefeita de Cachoeiro nas eleições de 2016. Ela também atuou como gerente de projetos na pasta estadual de Esportes. O último cargo que ocupou foi o de diretora do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Espírito Santo (Ipem).

Categorias
EstadoNotíciasPolítica
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------