Geral

Deputado Renzo Vasconcelos entrega Comenda Domingos Martins ao conselheiro administrativo da Cooabriel

Antônio Joaquim de Souza Neto, ex-presidente da Cooabriel e conselheiro administrativo da cooperativa recebeu a mais alta honraria da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales)

O deputado estadual Renzo Vasconcelos (Progressistas) entregou nesta quinta-feira (1º) ao ex-presidente e atual  conselheiro administrativo da Cooperativa Agrária de Cafeicultores de São Gabriel (Cooabriel), Antônio Joaquim de Souza Neto, a Comenda Domingos Martins. A comenda é concedida às personalidades e instituições nacionais ou estrangeiras que tenham prestado relevantes serviços à sociedade capixaba. É a mais alta honraria da Casa de Leis do Estado. A entrega da Comenda Domingos Martins foi realizada na sede da Cooabriel, em São Gabriel da Palha, e contou com a participação do prefeito do município, Tiago Rocha.

Antônio Joaquim é agropecuarista e tem 78 anos de idade, sócio da Cooabriel há 50 anos, foi presidente da Cooperativa por mais de 26 anos e atua na cooperativa por 38 anos. É casado com Leontina Stein de Souza, tem cinco filhos e 11 netos. Com forte perfil de liderança, foi ainda presidente do Sindicato Rural de São Gabriel da Palha por oito anos, além de fundador e primeiro presidente do Sicoob Norte Capixaba. “Toninho é uma grande líder e referência em cooperativismo. À frente da cooperativa, fez grandes feitos a favor das famílias rurais do Espírito Santo. Essa homenagem é mais do que merecida”, disse o deputado.

Renzo reforçou ainda a importância do cooperativismo para a agropecuária capixaba. “As cooperativas têm um papel importante na vida dos trabalhadores e trabalhadoras do campo. Elas oferecem capacitação, fornecem assistência rural e ajudam na comercialização de produtos. São fundamentais na vida dessas pessoas”, finalizou.



Toninho é um dos principais defensores do café conilon no Espírito Santo. O Espirito Santo é o maior produtor brasileiro e referência mundial no cultivo do conilon. “Foi necessário ter muita coragem para acreditar no potencial do conilon. Fui bastante criticado, mas atingi o meu objetivo. Quando iniciei minha missão na Cooabriel, a cooperativa armazenava 88 mil sacas. E quando deixei o posto de presidente esse número saltou para mais de 1 milhão e meio de sacas. Receber essa homenagem é uma honra para mim e também para a minha família, que sempre me apoiou”, afirmou Toninho.

Toninho da Cooabriel como é conhecido, já recebeu outras homenagens em sua trajetória, como os títulos de cidadão Gabrielense, cidadão Valeriense, cidadão Veneciano e cidadão Aguiabranquence. Na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, onde nasceu, foi condecorado com a Comenda Rubem Braga.

Categorias
GeralPolítica