Em destaque

Flamengo goleia Paraná, vence a 3ª seguida e assume vice-liderança provisória

O Flamengo confirmou a boa fase e o favoritismo e venceu o lanterna e virtual rebaixado Paraná no domingo (21) com facilidade por 4 a 0, no estádio Durival Britto, em Curitiba, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro.  O time rubro-negro tem, agora, 58 pontos, quatro a menos que o líder Palmeiras e permanecerá na segunda posição se o Internacional, que tem 56, não vencer o Santos nesta segunda-feira, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, no encerramento da rodada.

Já o Paraná, que não vence uma partida desde a 14.ª rodada, fica estacionado nos 17 pontos, amargando a lanterna. O time paranaense tem, segundo os matemáticos, 99{8c9c9d10812d4e6409e0eafbae8c448eda1b128f4dc30a26f1bb95deb01e6275} de chances de ser rebaixado. Precisaria vencer todos os seus jogos, além de torcer para um combinação pouco provável de resultados para protagonizar um milagre e ficar na primeira divisão nacional.

Com a dura goleada sofrida em casa, o Paraná acumula 16 jogos sem vencer nesta edição do Brasileirão e tem a pior sequência da história dos pontos corridos. O jejum atual é maior que o de São Caetano (2006) e América-RN (2007).

Invicto há quatro jogos, período que coincide com a chegada do técnico Dorival Junior, o Flamengo chegou à sua terceira vitória consecutiva com naturalidade. Lucas Paquetá abriu a contagem no primeiro tempo e Vitinho, Uribe e Henrique Dourado, este nos acréscimos, definiram o triunfo na etapa final.



O resultado positivo coloca pressão no Palmeiras, justamente o adversário da próxima rodada, e dá ainda mais importância ao duelo direto na briga pelo título da competição. O time carioca recebe o rival paulista no sábado, às 19 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e terá força máxima, já que nenhum jogador pendurado recebeu cartão amarelo, ao contrário do adversário, que perdeu quatro atletas por suspensão.

O jogo

Armado para pressionar o rival em seu campo de ataque e forçar o erro, o Flamengo dominou a partida desde o início e construiu o resultado elástico de forma natural. Entrosado, o time de Dorival Junior fez valer a qualidade técnica sobre a fragilidade do rival virtual rebaixado e foi preciso nas vezes em que chegou ao ataque.

O primeiro gol saiu dos pés de Lucas Paquetá, aos 18 minutos. O meia, que defenderá o Milan em 2019, recebeu de Uribe e bateu na saída de Richard para marcar. No lance, o atacante pressionou a saída de bola e contou com o erro do defensor para ficar com a bola e servir Paquetá.

Compacto e intenso na marcação, o Flamengo não diminuiu o ritmo no segundo tempo e construiu uma goleada. Vitinho ampliou o placar aos seis minutos. O atacante aproveitou corte errado da defesa paranista dentro da área e bateu firme, com precisão, no canto direito.

Cinco minutos depois foi a vez de Vitinho servir Uribe em contra-ataque definido pelo atacante colombiano com categoria ao tocar por cima de Richard. A fase é tão boa que a torcida que antes criticava boa parte do elenco chegou a gritar o nome de Uribe após o gol.

Com um a mais em campo após a expulsão de Raphael Alemão por falta muito dura em Renê e com Diego, Geuvânio e Henrique Dourado em campo, o Flamengo fechou a contagem aos 45 minutos. O centroavante pegou rebote de Richard após bela jogada de Diego e, sem goleiro, não teve dificuldade para marcar.

Fonte: Folha Vitoria/Esportes

Categorias
Em destaque
Facebook Pagelike Widget
------- PUBLICIDADE -------